domingo, 13 de outubro de 2013

Fazendo minha crônica

Era uma tarde como outra qualquer e no meio de toda aquela tristeza eu o conheci, enquanto eu estudava, começamos a conversar e em pouco tempo, parecíamos ser amigos de anos. Falávamos sobre tudo... planos... projetos... sonhos... e realizações.

E o bate-papo não consistia em apenas distração, estudávamos também, e como ele sabia mais do que eu, me dava boas dicas... ele era amigo e professor. Depois desse primeiro encontro, sempre marcávamos de nos reencontrar na mesma biblioteca e no mesmo horário.


Certo dia, comentei com ele que meu sonho era publicar um livro e que vez ou outra eu escrevia alguns textos e ele mais uma vez, ele se prontificou a me ajudar. Só que eu não tinha a menor noção de como começar, do tipo de assunto, da forma de texto e tudo mais que envolva o mundo literário, apenas, gostava de escrever.

Como eu tinha lido recentemente um livro com crônicas, em casa, passei algumas horas pesquisando pela internet sobre o que seria e como eu poderia desenvolver uma. Em minhas pesquisas, encontrei:
  • A crônica é uma forma textual narrativa que expõe fatos breves do cotidiano, por este motivo tem leitura agradável. No grego, chronos, significa tempo. Para mais detalhes, clique aqui ou aqui.
No dia seguinte, com os conceitos na "ponta da língua", começamos a fazer uma crônica em dupla, do tipo, eu começava o assunto e ele terminava, até diálogos tinha no texto que estávamos desenvolvendo. Fizemos isso por uma semana e além de escrevermos juntos, nós conversávamos, estudávamos e ríamos muito... nossas tardes eram bem divertidas.

Um belo dia, surgiu a oportunidade de participar de uma antologia literária com crônica natalinas e embora eu não me sentisse segura, tive muito apoio dele e do organizador da antologia. E quando o natal chegou, tive minhas primeiras duas obras publicadas em um livro... e é claro que ele soube de tudo e ficou muito feliz por isso.

Tempos depois, eu já estava participando da minha segunda antologia literária com a temática de dois anos, só que a essa altura nós já tínhamos perdido o contato, na verdade eu nem sei dizer ao certo quando aconteceu, mas de repente minha vida ficou agitada, minhas visitas foram ficando cada vez mais espaçadas e eu fui deixando de frequentar aquela biblioteca por uns tempos... ah! sim... nós não terminamos aquela crônica. Poxa, eu só gostaria de saber por onde anda aquele rapazinho que tanto me ajudou, será que ele era um anjo?

Nunca vou saber, nunca vou poder agradecer... ele era pontual, mas enigmático... às vezes, aparecia e desaparecia sem que eu pudesse perceber... enfim, a única certeza que tenho é que ele mudou a minha vida literária.

Obs: Friends, já tem um bom tempo que pediram-me para fazer este post com dicas sobre como escrever uma crônica e eu estava adiando, mas finalmente as dicas sairam e melhor do que eu imaginava, pois fiz em forma de crônica para ficar uma explicação mais agradável.

Enfim, a crônica é isso, algo breve do cotidiano, por isso, parecem ser histórias reais, por vezes, pode e deve "misturar" mesmo algo real com fictício ou fantasioso, pois é isso que a deixa mais interessante. Espero ter ajudado futuros escritores.

25 comentários:

  1. Gostei do começo de sua crônica , mas pena o final.

    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!
    Gatinha estou atualizando o meu canal do youtube com vídeos semanais, visite e se gostar se inscreva. Beijinhos.
    Canal: http://www.youtube.com/user/isabelyrogrigues
    Blog: http://fasesdegarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Barbie, sua postagem é um show de criatividade, aliando dicas com uma crônica... adorei! e conheço de perto as antologias do qual participou! ;) Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Barbie, eu adorei! Você é muito criativa

    muundodamosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gostei e vc escreve muito bem.
    bjos.

    http://as-coisas-mais-doces.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Vc escreve super bem, adorei a crônica!
    Excelente domingão!
    Beijinhos ;*

    bycarolinaa.com
    facebook.com/meudiarioescondido

    ResponderExcluir
  7. Nunca gostei de escrever crônica kkk confesso que prefiro os cálculos.

    Beijoos, Ana Carolina.
    http://simplesglamour.blogspot.com
    Instagram e Twitter: @simplesglamour

    ResponderExcluir
  8. Hey Sweets,

    I am inviting you to enter my Mignon Mignon Sunglasses giveaway. Please check it :)

    http://www.beingbeautifulandpretty.com/2013/10/mignon-mignon-sunglasses-giveaway.html

    Kisses,
    www.beingbeautifulandpretty.com

    ResponderExcluir
  9. que texto maravilhoso! muito bem escrito e fiquei 'presa' do início ao fim! :) parabéns, um beijo

    ResponderExcluir
  10. Adoro crônicas! *.*

    Ótimo domingo, Barbie!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  11. adoorei, muito legal!!
    pitadasdeestilo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Você é super criativa e escreve mt bem, adorei sua cronica.


    Beijos.
    www.monteolook.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Gostaria de avisar que você foi a escolhida para participar do Projeto "Bloquinho Viajante", estou passando em todos os blogs e pedindo para que enviem seu endereço completo para o e-mail fashionebella@hotmail.com caso já tenha enviado, é só participar do grupo lá no facebook para ficar por dentro das informações!

    https://www.facebook.com/groups/697182813643401/

    Bem vinda! Beijos *-*

    Blog Fashion e Bella
    www.fashionebella.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu enviei, flor! Obrigada por ter me escolhido e por avisar! =D

      Excluir
  14. Você é uma menina cheia de talentos, hein *o*
    Amo cronicas e curti bastante aprender mais sobre como criar uma.
    beijos

    Já divulgou seu blog hoje?
    Divulgueaqui.com
    Blog Flicka / Fan Page / Canal

    ResponderExcluir
  15. Vc escreve muito bem, Barbie. E por onde será que anda o rapaz? Piara o mistério. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  16. Legal, Barbie! Mas e aí, escreveu seu livro? :)

    ResponderExcluir